17 dezembro 2010

Exercícios e dieta balanceada podem reduzir o risco de degeneração macular?

Estudo recente descobriu que mulheres que se exercitam, possuem bons hábitos alimentares (por exemplo reduzindo a ingestão de alimentos gordurosos) e não fumam podem reduzir o risco de desenvolver degeneração macular relacionada a idade (DMRI) por mais de dois terços.



Em termos de dieta, os participantes foram classificados de acordo com o consumo de alimentos relativamente saudáveis, como grãos integrais, legumes e frutas e leite, bem como de alimentos não saudáveis, incluindo as gorduras saturadas, sódio e açúcar adicionado.

Texto completo aqui.

03 dezembro 2010

A protocol for the retina surgeon's safe initial intravitreal injections.


Segurança das injeções intra-vítreas.




Clin Ophthalmol. 2010 Nov 10;4:1279-85.
A protocol for the retina surgeon's safe initial intravitreal injections.
Eye Research Foundation, Stuart, FL, USA.

Abstract

PURPOSE: To determine the safety of a surgeon's initial consecutive intravitreal injections using a specific protocol and to review the complications that may be attributed to the injection procedure.
DESIGN: A retrospective chart review.
PARTICIPANTS: Fifty-nine patients (30 females, 29 males) received intravitreal injections of pegaptanib, bevacizumab, or ranibizumab as part of their treatment for neovascular age-related macular degeneration. The average patient age was 80 years. Twenty-two patients were diagnosed with or suspected of having glaucoma. Each patient received an average of 5.8 injections.
METHODS: The charts of 59 patients who received a total of 345 intravitreal injections (104 pegaptanib, 74 bevacizumab, 167 ranibizumab) were reviewed. All injections were performed in an office-based setting. Povidone-iodine, topical antibiotics, and eye speculum were used as part of the pre injection procedure. Vision and intraocular pressure were evaluated immediately following each injection.
MAIN OUTCOME MEASURES: Incidence of post injection complications, including but not limited to endophthalmitis, retinal detachment, traumatic cataract, and vitreous hemorrhage.
RESULTS: There were no cases of endophthalmitis, toxic reactions, traumatic cataracts, retinal detachment, or vitreous hemorrhage. There was one case each of lid swelling, transient floaters, retinal pigment epithelial tear, corneal edema, and corneal abrasion. There were five cases of transient no light perception following pegaptanib injections.
CONCLUSION: The incidence of serious complications was very low for the intravitreal injections given. A surgeon's initial intravitreal injections may be performed with a very high degree of safety using this protocol.


English to Portuguese translation - Google translate

Um protocolo sobre segurança em injeções intravítreas para o cirurgião de retina.
Resumo
OBJETIVO: Para determinar a segurança de um cirurgião inicial injeções intravítreas consecutivos, utilizando um protocolo específico e de rever as complicações que podem ser atribuídos ao procedimento de injeção.
PROJETO: Uma revisão retrospectiva da carta.
PARTICIPANTES: Cinquenta e nove pacientes (30 do sexo feminino, 29 do sexo masculino) receberam injeção intravítrea de Macugen, o bevacizumab, ou ranibizumab como parte de seu tratamento para a degeneração macular neovascular relacionada. A idade média dos pacientes foi de 80 anos. Vinte e dois pacientes com diagnóstico ou suspeita de glaucoma. Cada paciente recebeu uma média de 5,8 injeções.
MÉTODOS: Os prontuários de 59 pacientes que receberam um total de 345 injeções intravítreas (104 pegaptanib, 74 bevacizumab, 167 ranibizumab) foram revistos. Todas as injeções foram realizadas em um ambiente no escritório. Povidona-iodo, antibióticos tópicos, e especulo olhos foram utilizados como parte do processo de injeção de pré. Visão e pressão intra-ocular foram avaliados imediatamente após cada injeção.
MEDIDAS PRINCIPAIS DO RESULTADO: A incidência de complicações pós-injeção, incluindo mas não limitado a endoftalmite, descolamento de retina, catarata traumática e hemorragia vítrea.
RESULTADOS: Não houve casos de endoftalmite, reações tóxicas, catarata traumática, descolamento de retina ou hemorragia vítrea. Houve um caso cada um da tampa inchaço, floaters transitória, epitélio pigmentar da retina lágrima, edema corneano e abrasão corneana. Houve cinco casos de percepção não transitória luz após injeções pegaptanib.
CONCLUSÃO: A incidência de complicações graves foi baixa para as injeções intravítreas dado. Um cirurgião inicial da injeção intravítrea pode ser realizada com um grau muito elevado de segurança usando esse protocolo.


01 dezembro 2010

DMRI Essentials

Estudos

Anchor



Marina



Pier



Pronto




Maiores estudos DMRI




Formulação vitaminas AREDS




Drusas OCT ART



Classificação DMRI




Protocolo treat and extend






Siglas
DMRI - Degeração Macular Relacionada à Idade

Dr. Marcelo Hosoume Retina - UNIFESP  Oftalmo Laser - Pres Prudente - SP Av. Washington Luiz, 1144 (18) 3222.6363